Publicidade

ARTIGO

Infraestrutura

O sistema de transporte brasileiro compreende os modais rodoviário, ferroviário, aquário e aéreo.

Na modalidades de transporte aquático, o movimento de produtos e pessoas se dá através dos rios e mares. As principais hidrovias brasileiras são: Hidrovia do Madeira, Hidrovia do São Francisco, Hidrovia Tocantins-Araguaia, Hidrovia Paraná-Tietê e Hidrovia Paraguai – Paraná. Nos transportes marítimos, os serviços portuários integram a infraestrutura necessária ao dinamismo dos fluxos do comércio exterior brasileiro. No país existem 34 portos marítimos, conforme dados da Marinha do Brasil.

No transporte aéreo o Brasil possui, sob controle da Infraero, 67 aeroportos comerciais e 33 terminais aéreos de logística de carga. Abrigando importantes aeroportos internacionais, com destaque para o Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos, o país possui 34 empresas brasileiras de transporte aéreo regular, nas quais se destacam a TAM e a GOL, essa incorporada à VRG Linhas Aéreas. Além disso, 63 empresas internacionais de transporte aéreo regular operam no país.

Outro importante modal de transporte para o Brasil é a malha ferroviária, que responde por 20% da distribuição de produtos no país. Com uma extensão de 29 mil km, o setor tem sua operação realizada por intermédio de concessões à iniciativa privada. Desde a sua desestatização em 1996, a quantidade de carga movimentada cresceu cerca de 26%, segundo informa o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT).

O Brasil possui na malha rodoviária o seu mais importante modal de transporte. Com cerca de 1,8 milhões de quilômetros, as rodovias brasileiras são responsáveis pelo transporte de 56% de toda a carga circulada do país e por uma movimentação superior a 140 milhões de usuários por ano. No território brasileiro, 95% dos deslocamentos estaduais são feitos através de ônibus, o que demonstra a importância deste modal no sistema de transporte. Ainda assim, dentre os seus 1,8 milhões de quilômetros, apenas 8,1% das estradas são asfaltadas.

Grandes cidades brasileiras utilizam em sua extensões, além dos sistemas de transporte tradicional, trens e metrôs na locomoção de seus passageiros. No entanto, esse modelo ainda é pouco explorado. As dez capitais que utilizam ao menos um desses meios (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Fortaleza, Salvador, Natal, João Pessoa e Maceió), transportam, juntas, um total diário de seis milhões de pessoas, o que deveria representar apenas a Região Metropolitana de São Paulo que, com quase 18 milhões de habitantes, possui um dos trânsitos mais engarrafados do planeta.

Sobre o engarrafamento que assola, ademais de São Paulo, as grandes cidades brasileiras, alguns urbanistas defendem, além da expansão do sistema metroferroviário, a implementação de corredores exclusivos de ônibus e a transformação das linhas urbanas em sistemas alimentadores de terminais de integração, tal como ocorre em Curitiba, Capital do Paraná, conhecida nacional e internacionalmente pelas estações tubo e ônibus biarticulados.

Fonte: Portal online da Agência Nacional de Transporte Aquaviário

Portal online da Agência Nacional de Transportes Terrestres

Portal online da Confederação Nacional de Transporte

Portal online do DNIT

Portal online da Marinha do Brasil

Portal online do Ministério dos Transportes

by The Cities

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2020 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2020 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...