Publicidade

ARTIGO

Energia e Comunicações

No Brasil, os assuntos de energia são de competência do Ministério de Minas e Energia que, além do âmbito das Minas, é responsável pelas áreas de recursos energéticos, aproveitamento da energia hidráulica, metalurgia, petróleo, combustível e energia elétrica, incluindo a nuclear.

Esse Ministério tem como empresas vinculadas a Eletrobrás e a Petrobras, ambas de economia mista. A Eletrobrás tem o controle das empresas Furnas Centrais Elétricas S.A., Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE), Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A. (Eletronorte), Eletrosul Centrais Elétricas S.A. (Eletrosul) e Eletrobrás Termonuclear S.A. (Eletronuclear).

Um dos destaques na produção energética brasileira é o biodiesel, que em 2008 colocou o Brasil entre os principais produtores mundiais. Esse combustível, derivado de fontes renováveis, pode ser produzido através de gorduras animais ou óleos vegetais. A mamona, o dendê, o girassol, o babaçu, o amendoim, o pinhão manso e a soja são algumas das dezenas de espécies vegetais existentes no Brasil que podem ser utilizadas na produção desta fonte de energia. O biodiesel substitui de forma total ou parcial o óleo diesel de petróleo em motores como os de caminhões, tratores, camionetas, automóveis, além de ser utilizado em geradores de eletricidade, calor etc.

No entanto, as principais fontes energéticas brasileiras são o petróleo, gás natural, energia elétrica, carvão mineral, lenha e produtos da cana. Dentre elas, o petróleo se destaca como a principal no Brasil. Segundo o Balanço Energético Nacional 2008 do Ministério de Minas e Energia, em 2007, pela primeira vez o Brasil exportou um volume de derivados de petróleo maior do que importou. Com relação ao consumo, o óleo diesel é o principal produto derivado do petróleo, seguido da gasolina, nafta e gás liquefeito de petróleo.

Ainda sobre o petróleo, em 2007, o Brasil descobriu acumulações do produto, além de gás natural, em reservatórios situados na camada do Pré-Sal, área submersa entre o litoral do Espírito Santo e Santa Catarina. Essa camada, segundo o Ministério das Minas e Energia, aponta para a existência de uma nova e extraordinária província petrolífera no Brasil, com imensos volumes recuperáveis.

Sobre a geração de energia elétrica, dados do mesmo Ministério apontam que aproximadamente 90% de toda a quantidade gerada no país é feita por centrais de serviço público utilizando, em grande parte, a energia hidráulica. É a energia elétrica que atende às necessidades da sociedade em geral, movimentando a indústria, o transporte, o comércio e demais setores econômicos do país.

No setor das comunicações, o Brasil, sob controle do Ministério das Comunicações, atua nas seguintes áreas: radiodifusão, telecomunicações e serviços postais, esse sob responsabilidade dos correios.

A televisão é o veículo de comunicação de maior alcance no país. Transmitindo programações através de canais abertos ou fechados, a televisão brasileira teve, em 2007, os primeiros contatos com a tecnologia da TV digital. A Rege Globo é a maior emissora de televisão do país, chegando a 99,77% dos domicílios com aparelhos de TV do país. A Record, SBT, Bandeirantes e Rede TV são outras grandes emissoras comerciais. A imprensa escrita é também destaque no Brasil. No mercado brasileiro de revistas, o Grupo Abril é o líder no ranking de distribuição.

Quanto à posse de aparelhos celulares para uso pessoal e o acesso à internet, o IBGE realizou, em 2005, uma pesquisa com o objetivo de ampliar o conhecimento sobre a utilização das tecnologias da informação e das comunicações no País. No que concerne à internet o estudo, que tomou em consideração os usuários acima de dez anos, constatou que a Região Centro-Oeste possuía o maior número de pessoas conectadas à rede. Em níveis próximos encontravam-se as Regiões Sudeste e Sul do País. O Norte e Nordeste possuíam os menores percentuais de acesso. Sobre o uso do aparelho celular, a pesquisa revelou que quase metade da população das Regiões Sul e Centro-Oeste do país possuíam o aparelho para uso pessoal. Na Região Sudeste 41% das pessoas tinham telefone celular, e as Regiões Norte e Nordeste detiveram os menores índices: 26,8% e 23,8% respectivamente.

Fonte: Portal online do IBGE

Portal online do Ministério das Comunicações

Portal online do Ministério das Minas e Energia

by The Cities

ARTIGOS RELACIONADOS

Planejamento Urbano

O planejamento urbano compreende a elaboração de planos urbanos, zoneamento, planejamento de cidades novas e urbanismo sanitarista, na busca da ...

Saneamento básico e gestão ambiental

O saneamento básico é definido como o conjunto de serviços, infraestruturas e instalações de abastecimento de água, esgotamento sanitário, ...

Urbanismo no Brasil

No Brasil, um dos mais importantes instrumentos de promoção da política nacional de desenvolvimento urbano é o Ministério das Cidades, que tem ...

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2020 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2020 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...