Publicidade

ARTIGO

As riquezas de Ouro Preto

Ouro Preto integra com mais 16 municípios a zona turística denominada Circuito do Ouro, no Estado de Minas Gerais. Localizado à 97 km da capital Belo Horizonte, o município de 1.245,11 km² situa-se na região conhecida como Quadrilátero Ferrífero e seu clima é classificado como tropical de altitude, variando entre 6° e 28°C. Distribuída entre seus 12 distritos está uma população formada por 67.048 habitantes (IBGE/2007).

A história de Ouro Preto está relacionada à descoberta das primeiras jazidas de ouro no Brasil. Em 1698, a bandeira de Antônio Dias segue até o Itacolomi e é construída a capela de São João. Nesse local, é encontrado ouro no fundo de alguns córregos e, a partir daí, inicia-se o povoado de Vila Rica e a exploração intensiva por esse minério. Passados apenas 30 anos, a vila já contava com aproximadamente 40.000 habitantes. Nesse período começam os primeiros conflitos pelos direitos à exploração e comércio do ouro, sendo os mais famosos, a Guerra dos Emboabas (1708), a Revolta de Felipe dos Santos (1720) e a Inconfidência Mineira (1789). Já ao final do século XVIII a quantidade de ouro é escassa e a atividade nos garimpos diminui, fechando o terceiro ciclo econômico do Brasil (após os ciclos do pau-brasil e da cana de açúcar).

Porém, boa parte do ouro extraído das jazidas transformou-se em belas obras artísticas e arquitetônicas em Vila Rica. O desenvolvimento da arte colonial, expressa no estilo barroco das pinturas e esculturas formou um valioso conjunto até então não encontrado em terras brasileiras. Com isso, Vila Rica torna-se capital da Província de Minas Gerais e, após a Independência do Brasil (1822), recebe o título de cidade com o nome de Ouro Preto, continuando como capital do agora estado de Minas Gerais até 1897. Devido ao seu valor histórico e cultural para o Brasil, Ouro Preto é agraciado em 1980 com o primeiro título de Patrimônio Mundial da Humanidade, concedido pela UNESCO, a uma cidade brasileira.

- Curiosidade: Atualmente os minérios mais importantes de Ouro Preto são o ferro e o topázio imperial, encontrado principalmente no distrito de Rodrigo Silva.

- Como chegar: Por via terrestre, com automóvel, saindo de Belo Horizonte (sentido Rio de Janeiro) pela BR-040 até o trevo da BR-356, seguir por essa mais 47 km passando pela cidade de Itabirito e o distrito de Cachoeira do Campo. Com ônibus, há as empresas Pássaro Verde que saem de Belo Horizonte, Itabirito, Mariana, Ubá e Brasília; a Vale do Ouro, embarcando em Itabira, Barão de Cocais, Santa Bárbara, Catas Altas, Itabirito, Mariana, Ipatinga e Ouro Branco; e a Transcota, saindo de Piranga, Santo Antônio de Piratininga e Santa Rita de Ouro Preto. Por trem, a opção é o Trem da Vale que segue de Mariana à Ouro Preto (sextas-feiras, sábados, domingos e feriados) e por via aérea o aeroporto mais próximo é o Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte (110 km).

O que visitar?

Ouro Preto conta com um variado conjunto de obras de arte, documentação e edificações históricas para serem visitadas como igrejas, museus, casarios, oratórios, passos, chafarizes, mirantes e os passeios naturais pelo Parque Estadual do Itacolomi. Dentre as igrejas, museus, casarios e outros atrativos interessantes, encontram-se:

- Igrejas: de Santa Efigênia, Nossa Senhora do Rosário do Alto da Cruz, Nossa Senhora das Mercês e Misericórdia (Mercês de Cima), de São José e de São Miguel e Almas;

- Capelas: São João Batista, Nossa Senhora do Rosário dos Brancos, Nossa Senhora das Dores, de Santana, de São Sebastião e de Bom Jesus das Flores;

- Edificações: Casa de Tomás Antônio Gonzaga, Casa de Cláudio Manuel da Costa, estação Ferroviária, Casa dos Inconfidentes, FAOP – Fundação de Arte de Ouro Preto, Largo do Rosário e Casa da Câmara;

- Museus: Escola de Minas, Museu da Inconfidência, Casa dos Contos, Ludo Museu, Casa Guignard, Museu do Oratório, Escola de Farmácia, Museu do Pilar e Museu Aleijadinho;

- Outros atrativos culturais: Casa da Ópera (Teatro Municipal), Mina Chico Rei (Encardideira), Mina Fonte Meu Bem Querer, Mina Velha, Maria Fumaça, Casa de Aleijadinho. Coluna Saldanha Marinho e Observatório.

Fonte: Portal online da Prefeitura Municipal de Ouro Preto;

Portal online Conheça Minas Gerais;

Portal online Turismo de Ouro Preto.

by The Cities

ARTIGOS RELACIONADOS

Circuito do Ouro em Minas Gerais

O Circuito do Ouro está localizado na região mineira conhecida como Quadrilátero Ferrífero, devido a grande quantidade de minério de ferro ...

Mariana - O berço de Minas Gerais

Pertencente ao estado de Minas Gerais, Mariana é um município de 1.193,29 km² a leste da capital Belo Horizonte. Com clima tropical de altitude, ...

Patrimônio de Congonhas

Localizado na região central do Estado de Minas Gerais, Congonhas possui área de 305,58 km² e população de 45.984 habitantes (IBGE/2007). Seu ...

Sabará e o Ciclo do Ouro

Sabará é um nome originado de uma modificação das palavras tupi-guaranis sabaá (curva de rio) e buçu (grande), que indicava o encontro do rio ...

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2019 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2019 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...