Publicidade

ARTIGO

Cidade de Parnaíba

Segunda cidade mais populosa do estado do Piauí, a Parnaíba guarda importância histórica em suas casas, principalmente as que estão situadas próximas ao porto. Parte da região nordeste do Brasil, conta com uma população de 150.201 habitantes (2016) distribuídos numa área territorial de 434 km². O nome do município, derivado da língua tupi-guarani, significa rio de águas barrentas e seu clima é megatérmico e tropical semi-úmido, por isso a região tem maior índice de pluviosidade na época que vai de janeiro a junho.

A Parnaíba teve como primeiros visitantes os navegantes pelo mar por volta de 1500 e início de 1600. Habitada pelos índios Tremembés, a região foi transformada pela intensa ação dos jesuítas e dois povoados foram responsáveis por dar origem à cidade de Parnaíba, o Testa Branca e o Porto das Barcas. Devido a uma grande fazenda de gado e a presença do porto, que impulsionou o comércio, a região pôde se expandir. A cidade deve também grande parte de seu crescimento ao charque, carne desidratada pelo sol e vento, que passou a ser comercializada com os estado de Pernambuco, Pará, Maranhão, Bahia e Rio de Janeiro. Deve-se também ao comércio de escravos, pelo fato de que grandes lotes eram vendidos para o Maranhão, o Ceará e para municípios vizinhos. Com o crescimento, a Vila São João da Parnaíba foi elevada à categoria de cidade em 14 de agosto de 1844.

Os primeiros relatos de visitantes na região já diziam respeito ao Rio Parnaíba e sua grandiosidade. O Rio é muito conhecido por seu delta, foz do rio formada por vários canais ou braços do leito, único das Américas e terceiro maior do mundo em mar aberto. É da Parnaíba que saem as embarcações que levam ao Delta do Parnaíba e essa posição fez da região um polo turístico. O Delta possui cinco braços e envolve mais de 70 ilhas fluviais. Repleto de dunas e mangues, a paisagem exuberante garante um cenário paradisíaco que atrai cada vez mais visitantes. Mas o Rio não é a única atração da Parnaíba.

A beleza natural da praia de Pedra de Sal oferece de um lado águas mornas e tranquilas e, de outro, mar e rochedos. Entre outros pontos turísticos estão a Lagoa do Portinho, uma grande variedade de centros artesanais e igrejas históricas, como a Igreja Nossa Senhora da Graça, atual Catedral, construída no ano de 1770 em estilo barroco. Além disso, projetos futuros incluem a construção de hotéis e resorts para melhor atender os visitantes.

Cidade histórica, na Parnaíba as manifestações culturais são constantes e estão presentes no conhecido carnaval local, no bumba-meu-boi, nas quadrilhas juninas, nas apresentações de teatro, na música e na literatura. Muitas delas são próprias da cultura nordestina e, no município, adquirem características próprias. Todas as datas festivas são comemoradas com muita criatividade, beleza e arte.

A gastronomia é voltada para os frutos do mar, dos quais o prato mais conhecido é o caranguejo, e para carnes típicas da região, como o carneiro e a carne de sol. O principal teatro é o do Sesc, onde apresentam-se os mais importantes grupos regionais. Visitantes e moradores podem desfrutar da grande variedade de bares e restaurantes, ambientes que possuem trilha sonora, até porque, Parnaíba pode ser considerada uma cidade musical e alegre.

Os intelectuais encontram espaço para expôr seus trabalhos na Academia Parnaibana de Letras e no Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Parnaíba. A grande maioria formou-se na Universidade Federal do Piauí, na Universidade Estadual do Piauí ou na Faculdade Piauiense. Essas entidades oferecem mais de 30 cursos superiores, um dos fatores que fizeram da Parnaíba um polo educacional.

A principal atividade econômica da Parnaíba é a exportação da cera de carnaúba, retirada dos carnaubais que infestam a paisagem local. Outros produtos de destaque são o óleo de babaçu, a gordura de coco, a folha de jaborandi, a castanha de caju, o algodão e o couro. As atividades comerciais e industriais são moderadas no município, consistindo principalmente na produção de produtos alimentícios e de perfumaria. Atualmente, passou a se investir também no mercado de frutas orgânicas e nas fazendas de camarões, ambos produtos para exportação.

Fonte:

Prefeitura Municipal da Parnaíba

IBGE

by The Cities

Mapa

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2021 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2021 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...