Publicidade

ARTIGO

História de Tijucas do Sul

Tijucas do Sul é considerada muito jovem se for analisada sob aspecto de emancipação político-administrativa, todavia, se for analisada sua história é possível constatar que a cidade teve início nas décadas que sucederam ao descobrimento do Brasil.

A origem do território, que atualmente demarca o município de Tijucas do Sul, teve iniciou nos séculos XVI e XVII, logo após a chegada de Alvar Nunes Cabeza de Vaca que desembarcou na Ilha de Santa Catarina com destino ao Paraguai e passou por essas terras com o intuito de "cortar caminho" através do Caminho de Peabiru, em meados de 1541.

O Caminho dos Ambrósios foi a primeira ligação entre os estados do Paraná e Santa Catarina. Apesar de ter se revelado difícil e penoso, no trecho da subida da serra, foi utilizado intensamente até 1851 quando foi aberto o caminho que hoje é a Estrada Dona Francisca, também ligando Santa Catarina ao Paraná.

Em 1762 autoridades ordenaram que fosse feita a Estrada dos Ambrósios. Esta abertura facilitou o estabelecimento de moradores na região onde hoje é o município de Tijucas do Sul. A Freguesia de Ambrósios foi criada em 1882, através da lei nº 708 de 25 de novembro, que desmembrou Ambrósios da Freguesia de São José dos Pinhais sob a invocação de Nossa Senhora das Dores. A criação da capela dedicada a essa Santa ocorreu em 1877 dando inicio ao núcleo urbano da cidade.

Ainda no século XIX, Tijucas do Sul foi palco de uma das mais violentas guerras civis do Brasil, a Revolução Federalista de 1893, que foi uma revolução civil devido à divergências politicas entre os aliados do Presidente Floriano Peixoto e os adversários políticos do presidente também conhecidos por Federalistas.

Iniciada no Rio Grande do Sul, os federalistas tinham como plano invadir Santa Catarina e o Paraná para chegar à sede do governo no Rio de Janeiro derrubando o então Presidente Marechal Floriano Peixoto. No Paraná, os federalistas pretendiam invadir Paranaguá, Tijucas e Lapa. Os combates à Vila de Tijucas duraram cerca de 8 dias e juntamente com a resistência da cidade da Lapa foram decisivos para a vitória dos legalistas e a consolidação da República recém instalada.

Com a decadência do tropeirismo, a economia paranaense encontrou uma nova fonte de expansão, o mate. Esta economia foi progressiva em locais onde os ervais nativos eram mais abundantes, densos e produtivos. Dentro desse contexto as áreas do Distrito de Ambrósios, pertencentes ao Município de São José dos Pinhais, se desenvolveram em função da extração da erva-mate.

Durante um longo período, a população local desenvolvia uma economia de subsistência, aliada a criação de gado e a extração de madeira. Apresentou um desenvolvimento baseado em pequenas propriedades com produção de milho, feijão, batata e algum trigo, além da criação de porcos e de gado vacum. Nesta época, os moradores dos Distritos de Ambrósios e Agudos solicitaram a elevação do Distrito à categoria de Município, a qual foi negada pela câmara de São José dos Pinhais, alegando que "os mesmos não estavam em condições e que tal divisão acarretaria a vida de todo o município de São José dos Pinhais, tornando impossível a vida de ambos."

Em 1938, através do decreto-lei 7573, de 20 de outubro, o distrito de Ambrósios tomou o nome Tijuca. Em 1943, através do decreto-lei 199, de 30 de dezembro, Tijuca passou a ser denominada de Aruatã. A emancipação politico-administrativa aconteceu em 1951 com a criação do município de Tijucas do Sul. A denominação do município foi dada em virtude da existência, no local, de atoleiros e lamaceiros formados pelo barro preto que os indígenas chamavam de tijuca.

Fonte: Portal online Prefeitura Municipal de Tijucas do Sul

by The Cities

Publicidade

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2019 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2019 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...