Publicidade

ARTIGO

Centenário Coritiba

No dia 12 de outubro de 2009 o Coritiba Foot Ball Club completou 100 anos. Como parte da comemoração, novidades começaram a surgir, entre elas o desenvolvimento de um novo escudo comemorativo ao centenário. Diferente do tradicional, o escudo remete aos 100 anos de história do clube com símbolos e detalhes interessantes.

Na parte inferior do escudo, três raios simbolizam os mais de 30 títulos estaduais conquistados pelo Coritiba até os dias de hoje, já na parte superior listas verticais simbolizam o primeiro uniforme coxa branca, são seis listas que representam o hexacampeonato paranaense conquistado de 1971 a 1976, com a união dos 36 presidentes que ajudaram a construir a história do clube.

A fita azul, simboliza outra conquista importante, quando o time venceu, em 1972, a Fita Azul Internacional. Nas pontas da fita as datas que remetem a fundação, em 1909 e do centenário, em 2009. No centro o nome “COXA”, como o time é conhecido no país inteiro. Em torno do escudo as cores verde e amarelo simbolizam o título brasileiro de 1973, o Torneio do Povo.

A faixa central levemente prateada representa a conquista do Brasileiro da série B e a estrela dourada a conquista maior, o Campeonato Brasileiro de 1985. O nome “CORITIBA” está acima de todas as conquistas simbolizadas, como o “alto de tantas glórias”, com a grafia alusiva dos antigos goleiros alviverdes. Para representar o centenário o número 100 no centro do escudo tem os zeros entrelaçados pois simbolizam a garra do clube, o que remete o trecho do hino oficial: “Coxa, é garra, é força, é tradição”. A palavras ontem, hoje e eternamente finalizam o escudo comemorativo.

ÍDOLOS DE CADA DÉCADA

Década de 1910

Maxambomba

Nome: José Bermudes

Nascimento: SEM DATA

Posição: Centroavante

Jogou de 1915 a 1917, e voltou para a temporada de 1921

Foi o primeiro jogador paranaense a jogar na seleção brasileira de futebol e foi artilheiro do campeonato, com 16 gols, quando o Coritiba conquistou seu primeiro título em 1916.

Luiz Abram

Nome: Luiz Abram

Nascimento: 1900

Posição: Lateral direita/esquerda

Jogou de 1918 a 1929

Considerado um excelente marcador de setor, Abram participou do triunfo histórico do Coritiba sobre a seleção Paulista, encerrando a carreira logo depois.

Fritz

Nome: Frederico Essenfelder

Nascimento: 1891

Posição: Líbero

Jogou de 1909 a 1916

Fritz é considerado um dos pioneiros no futebol paranaense ao trazer uma bola para a capital paranaense. O fundador do Coritiba, além de dona da bola, integrou o primeiro time do clube, e estava presente quando o clube foi campeão em 1916.

Década de 1920

Pizzatto

Nome: Esteliano Pizzato

Nascimento: SEM DATA

Posição: Zagueiro esquerdo

Jogou de 1926 a 1935

Sua principal característica era a agilidade. Uma de suas principais atuações foi no 5 x 4 contra o Palestra, após estar perdendo por 3 x 1. Saiu do clube quando foi morar em Buenos Aires com o pai, mas voltou para a capital e jamais deixou de ser conselheiro.

Staco

Nome: Stanislau Delles

Nascimento: SEM DATA

Posição: Meia esquerda

Jogou de 1923 a 1932

Staco era aquele canhoto que tinha um chute incrível. Conhecido por nunca ter perdido um pênalti, jogava na meia ou na ponta esquerda. Seu pai era zelador do clube e faleceu num acidente dentro do estádio, quando o placar desabou em cima dele e do presidente da época, Couto Pereira.

Ninho

Nome: Juan Luis Bermudes

Nascimento: 1921

Posição: Líbero

Jogou de 1921 a 1934, e voltou para temporada de 1938

Irmão de Maxambomba, Ninho era responsável pela armação do Coritiba. Ficou conhecido na história como o carrasco do maior rival Atlético Paranense. No primeiro Atletiba, em 1924, marcou o primeiro gol do clássico e fez mais três na vitória por 6 x 3. Para confirmar seu destaque em jogos contra o rubro-negro, Ninho foi o jogador que marcou mais gols no clássico Atletiba até os dias atuais.

Década de 1930

Rei

Nome: José Fontana

Nascimento: 1914

Posição: Goleiro

Jogou de 1930 a 1932

O apelido de “Rei dos Vagabundos” foi dado pelo então capitão da época, Pizzatto. Por ficar sempre deitado a espera de uma bola, o jovem de 16 anos ficava atrás do gol do Coritiba para pegar as bolas que iam pela linha de fundo. Um dia o goleiro titular atrasou e Rei foi convocado para ficar no lugar até que o titular chegasse. Descalço, fechou o gol e deixou todos impressionados. Foi registrado e sua primeira partida como goleiro foi na Baixada, sendo considerado o melhor jogador em campo.

Pizzattinho

Nome: Theodorico Pizzatto

Nascimento: 1913

Posição: Meia esquerda

Jogou de 1929 a 1937

Pizzattinho foi uma das grandes estrelas do futebol paranaense, só na década de 30 foi convocado duas vezes para a Seleção Brasileira. Conhecido pelo chute forte com o pé esquerdo, sua especialidade era fazer gols de fora da área.

Emílio

Nome: Emílio Izidro Merlin

Nascimento: 1905

Posição: Centroavante

Jogou de 1927 a 1934

Famoso por suas viradas que incomodavam os adversários, Emílio foi um bom atacante para o futebol paranaense. Integrou em uma das melhores equipes do Coritiba e participou da conquista de três títulos paranaenses.

Década de 1940

Tonico

Nome: Antônio da Mota Espezim

Nascimento: 1914

Posição: Lateral

Jogou de 1940 a 1951

Tonico tinha uma característica marcante, dificilmente cometia uma falta. Foi com esta atitude que ganhou o primeiro Prêmio Belfort Duarte, como o jogador do América considerado o mais disciplinado do futebol brasileiro. Jogador de cruzamentos certeiros para os atacantes, tinha uma marcação segura. Quando parou de jogar assumiu a preparação dos jogadores de base do Coritiba, onde ficou cerca de dez anos trabalhando.

Neno

Nome: Florisval Lanzoni

Nascimento: 1920

Posição: Centroavante

Jogou de 1941 a 1947 e 1951 a 1953

O curitibano sem grande estatura ficou por cincos anos no Coritiba como um grande artilheiro. Integrou a equipe do Palmeiras, passou por outros times e voltou para o Coritiba em 1951. Voltou no ano em que o clube estava se destacando e acumulando vitórias e títulos. Perto de encerrar sua carreira, Neno marcou o gol da vitória sobre o Ferroviário (2x1) e conquistou junto com o clube mais um título paranaense.

Merlin

Nome: Ayrton Merlin

Nascimento: 1922

Posição: Meia direita (déc. 1940) e centro médio (déc. 1950)

Jogou de 1943 a 1954

Merlin era sobrinho do centroavante Emílio. Destaque por dez anos, sempre como titular do clube, era considerado como um jogador inteligente. Só mudou de posição com a chegada de Miltinho.

Década de 1950

Miltinho

Nome: Hamilton Guerra

Nascimento: 1927

Posição: Meia-Direita

Jogou de 1949 a 1963

Miltinho com 17 anos já era titular do Coritiba. Em um ano passou por dois times mas voltou. Com passos precisos e muito veloz era considerado um pesadelo para as defesas adversárias. Terminou sua carreira de jogador e tentou se arriscar como técnico, mas não deu certo.

Fedato

Nome: Aroldo Fedatto

Nascimento: 1924

Posição: Zagueiro Centra

Jogou de 1943 a 1957

Fedatto é o jogador que vestiu por mais tempo a camisa do clube, 13 anos, e o que ganhou mais títulos pelo Coritiba. Considerado ídolo do Coxa, recebeu o troféu Belfort Duarte em 1951, por permanecer 80 jogos sem levar cartão amarelo ou vermelho.

Duílio

Nome: Duílio Dias

Nascimento: 1935

Posição: Avante esquerdo

Jogou de 1954 a 1963

Duílio era um atacante exemplar, cabeceava muito bem fazendo gols de todos as formas. Foi artilheiro do Campeonato Paranaense várias vezes e atingiu uma marca que até hoje não foi alcançada: 34 gols em uma temporada.

Década de 1960

Nico

Nome: Livadir Toaldo

Nascimento: 1937

Posição: Zagueiro Central

Jogou de 1959 a 1971

Para substituir Fedato, não podia ter sido outro jogador. Começou no clube e aos poucos foi ganhando a confiança dos torcedores. Evitar lances perigosos na área e estar sempre na frente dos avantes adversários eram suas especialidades.

Krüger

Nome: Dirceu Krüger

Nascimento: 1945

Posição: Meia-direita

Jogou de 1966 a 1975

Krüger iniciou sua carreira no Coritiba na metade da década de 1960 e ajudou o clube a chegar ao topo novamente, depois de oito anos sem vitórias. Em um dos jogos de 1970 o jogador se machucou muito e quase entrou em óbito, ao levar uma entrada violenta. Teve ruptura das alças intestinas, mas conseguiu se recuperar, voltando com força total ao clube. Quando parou de jogar, tornou-se funcionário do Coritiba até virar técnico em 1979.

Bequinha

Nome: Darcy Becker

Nascimento: 1933

Posição: Centro-médio (déc. 1950) e Zagueiro (déc. 1960)

Jogou de 1954 a 1967

Bequinha ficou na equipe por 10 anos e presenciou cinco vitórias de títulos paranaenses. O catarinense era considerado uma fortaleza na área, e em seus jogos a eficiência do jogador chamava a atenção.

Década de 1970

Jairo

Nome: Jairo do Nascimento

Nascimento: 1946

Posição: Goleiro

Jogou de 1972 a 1976 e 1983 a 1987

Herói do Torneio do Povo, Jairo é símbolo coxa branca por conquistar dois títulos nacionais como goleiro. Durante cinco anos fez uma ótima campanha e chegou a ir para a Seleção Brasileira e integrou a equipe do Corinthians. Passado um tempo, voltou para o Coritiba e encerrou sua carreira.

Zé Roberto

Nome: José Roberto Marques

Nascimento: 1945

Posição: Meia-esquerda

Jogou de 1971 a 1974

Zé Roberto passou por inúmeros antes de entrar no Coritiba, porém, logo no início já pode presenciar a vitória do clube no campeonato paranaense por três anos consecutivos, além de também estar na equipe que venceu o Torneio do Povo.

Aladim

Nome: Aladim Luciano

Nascimento: 1946

Posição: Ponta esquerda

Jogou de 1973 a 1977, 1979 a 1980, 1983 a 1984

Aladim veio de clubes da cidade paulista e chegou ao Coritiba integrando a bela equipe de 1973. Jogador inteligente, sabia a hora certa de tocar e concluir jogadas. Saiu do clube duas vezes até encerrar sua carreira.

Década de 1980

Rafael

Nome: Rafael Cammarota

Nascimento: 1953

Posição: Goleiro

Jogou de 1985 a 1988 e voltou para a temporada de 1992

Pode-se afirmar que a conquista do Brasileiro de 1985, teve uma mãozinha de Rafael. Ótimo goleiro, fez grandes defesas no campeonato, transmitindo segurança para a equipe. Sua campanha foi tão impressionante, que foi considerado pela imprensa brasileira o melhor goleiro da temporada.

Tostão

Nome: Luís Antônio Fernandes

Nascimento: 1957

Posição: Meia-esquerda

Jogou de 1986 a 1992

O apelido Tostão surgiu pela característica de jogo, semelhante ao famoso Tostão do Cruzeiro. Foi campeão paranaense pelo Coritiba e integrou o primeiro quadrado mágico que tinha Osvaldo, Carlos Alberto e Serginho como companheiros.

Lela

Nome: Reinaldo Felisbino

Nascimento: 1962

Posição: Ponta-direita

Jogou de 1983 a 1988

As caretas marcaram sua passagem pelo Coritiba. No Campeonato Brasileiro de 1985 no jogo contra o Santos, o empate tiraria o Coritiba da competição, mas aos 42 minutos, Marcos Aurélio fez uma jogada incrível e passou para Lela concluir com classe. Lembrado sempre pela torcida alviverde, Lela tornou-se um ídolo da época.

Década de 1990

Pachequinho

Nome: Eriélton Carlos Pacheco

Nascimento: 1970

Posição: Ponta-esquerda (atacante)

Jogou de 1990 a 1996

Direto das divisões de base do Coritiba, Pachequinho revelou ser um jogador versátil, jogava muito bem tanto pela direita como pela esquerda. Em um Atletiba, pela segunda divisão, se destacou junto com Alex na vitória por 3 x 0 e ganhou a confiança dos torcedores.

Cléber

Nome: Cléber Eduardo Arado

Nascimento: 1972

Posição: Atacante

Jogou de 1997 a 2000

Artilheiro nato, fez gols importantes nas finais de campeonatos pelo clube. Direto do Mogi Mirim para o Coritiba, consagrou-se como um jogador importante e rápido em suas jogadas.

Alex

Nome: Alexsandro de Souza

Nascimento: 1977

Posição: Meia-esquerda

Jogou de 1995 a 1997

Com uma técnica incrível, Alex saiu das categorias de base do clube para brilhar nos campos de futebol. É considerado a maior revelação, das que sairam do Coritiba, pela torcida alviverde. Saiu do clube para jogar em outros times do Brasil, até ser convidado para integrar o Fenerbahçe, da Turquia. Prometeu encerrar sua carreira no time que o revelou.

Fonte: Coritiba Foot Ball Club

by The Cities

ARTIGOS RELACIONADOS

Coritiba Foot Ball Club

O Coritiba Foot Ball Club foi o primeiro time de futebol organizado no Paraná, sendo que sua criação tem como data oficial o dia 12 de outubro ...

Curiosidades e símbolos

Quando foi fundado, em 1909, o clube recebeu a denominação de Coritiba Foot Ball Club e, desde essa data, suas cores sempre foram o verde e o ...

Estádio Couto Pereira

Pertencente ao time do Coritiba Foot Ball Club, o estádio Major Antônio Couto Pereira tem sua história marcada por pessoas visionárias e ...

História - a partir de 1950

O primeiro clube de futebol do Paraná completou 100 anos em 2009. Conquistas, derrotas, títulos, competições emocionantes e grandes craques do ...

História - antes de 1950

A bola de futebol chegou em Curitiba no início do século XIX, e Frederico Essenfelder, o Fritz, foi quem trouxe a novidade para a capital. Seus ...

Torcida

Pioneira do Paraná, a torcida organizada do Coritiba começou em 1939 quando o ex-goleiro Pinha (Luis Vila) teve a iniciativa de chegar ao ...

Publicidade

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2019 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2019 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...