Publicidade

ARTIGO

Islamismo em Curitiba

A presença árabe no Brasil e, mais especificamente em Curitiba, intensificou-se, sobretudo a partir do período pós-guerra, devido os conflitos no Oriente Médio com a criação do estado de Israel e a falta de perspectivas econômicas na região. Assim, esses imigrantes ao olharem para o Brasil, viam no país uma nova perspectiva. Nas décadas de 1950 e 1960, Curitiba experimentou um período de crescimento, muito impulsionado pelas lavouras de café e pelos investimentos do estado em infraestrutura. A cidade passou a ser um atrativo para diversos imigrantes, inclusive os árabes, que em sua maioria se estabeleceram no comércio. Ao prosperarem começaram a trazer o restante da família. Aos poucos foi se formando um núcleo populacional cada vez maior, que buscou se integrar na nova sociedade, sem contudo perder sua identidade cultural e religiosa.

A importância dessa comunidade em Curitiba se reflete de várias formas, na culinária, nas artes, no tradicional comércio do centro da cidade, nos monumentos como o Memorial da Imigração Árabe e o Farol do Saber Gibran Khalil.

Quanto a religiosidade, a grande maioria dos imigrantes árabes professa o islamismo, que é uma religião monoteísta, que se baseia nos ensinamentos de Maomé (o Profeta) e seu livro sagrado é o Alcorão. Os seus seguidores são chamados de muçulmanos, muslim em árabe, que significa, aquele que se subordina a Deus. A prática religiosa do muçulmano é definida pela “sharia”, o caminho que se deve seguir na vida. Tal caminho é definido por normas de conduta, dieta alimentar, além dos cinco pilares que regem a religião. O primeiro é a profissão de fé: reconhecer que não há outro Deus a não ser Alá e Maomé é o seu profeta; o segundo são as cinco orações diárias; o terceiro é uma taxa chamada zakat, que é paga anualmente em grãos, gado ou dinheiro, cujo o valor é destinado no auxílio aos pobres e no resgate de muçulmanos que sejam presos em guerra; o quarto é o jejum nos dias do mês do Ramadã e o quinto é a peregrinação a Meca, que deve ser feita, pelo menos uma vez na vida. O islamismo é uma das religiões que mais cresce no mundo. No Brasil, as maiores comunidades encontram-se em cidades como Curitiba, Foz do Iguaçu, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Hoje são mais de um milhão de muçulmanos no país, descendentes de libaneses, sírios, palestinos, egípcios, entre outros, que possuem liberdade para professarem sua fé em seus templos e mesquitas.

O templo religioso da comunidade muçulmana de Curitiba, a mesquita Iman Ali Ibn Abi Tálib, foi inaugurada em 1972. O estilo arquitetônico da construção segue as características do estilo islâmico, com cúpula central, ladeada por duas torres, denominadas “minaretes”. O seu interior é ornamentado por tapetes persas e a sua construção foi orientada em direção à cidade sagrada de Meca, tudo em conformidade com as prescrições religiosas. A mesquita de Curitiba é uma referência não apenas para a comunidade islâmica local, mas para o sul do país, interior de São Paulo e até o exterior.

A Sociedade Beneficente Muçulmana do Paraná, criada em 1957, oferece a todos os interessados aulas de religião e idioma árabe, aulas de filosofia árabe medieval, para se conhecer a contribuição islâmica na filosofia e em outros campos do conhecimento. Além disso, a comunidade possui uma escola, a Escola brasileira Árabe de Curitiba, do maternal a 3ª série do ensino fundamental, recebe crianças de todos os credos e o currículo segue as diretrizes da Secretaria de Estado da Educação do Paraná (SEED).

Fonte: I.B.E.I - Instituto Brasileiro de Estudos Islâmicos

by The Cities

Publicidade

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2019 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2019 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...