Publicidade

ARTIGO

Festa Junina em Curitiba

O mês de junho, em todo o Brasil, é marcado por uma festa que reúne dança, música, comidas, trajes e decoração típicas. Trata-se da Festa Junina, que tradicionalmente acontece durante o período que tem início no dia 12 de Junho, véspera do Dia de Santo Antônio, passa pelo dia de São João, ponto alto da festividade, e encerra no dia 29, dia de São Pedro. A festa, que surgiu em homenagem aos três santos citados, apresenta quadrilhas, forrós, fogueiras, leilões, bingos, brincadeiras e os chamados casamentos caipiras. Por sua variedade de atrações, crianças e adultos se vestem como camponeses e entram no clima para dançar, cantar, se divertir e experimentar as iguarias oferecidas.

De origem europeia, a festa junina chegou ao Brasil por intermédio dos colonizadores. Por esse motivo, diversas características da festa, hoje em dia totalmente assimiladas pelos brasileiros, não são habituais do País. Talvez esse seja um dos motivos do sucesso da tradição. Durante a dança de quadrilha, por exemplo, palavras de origem francesa como “anarriê” e “ampassã” muitas vezes são ditas pelos puxadores. Na decoração estão as bandeiras coloridas, enfeites de papel e balões de ar quente; na música instrumentos como cavaquinho, sanfona, triângulo e reco-reco - base da música popular e folclórica portuguesa - são explorados; na cozinha pamonhas, paçocas, pipoca, pinhão, doce de leite e a bebida feita de uva e denominada “quentão”. Cada região do Brasil apresenta suas peculiaridades, que permitem variar tanto as atrações quanto o cardápio das festas.

No contexto brasileiro, a região do Nordeste é a que mais valoriza a Festa Junina. Mesmo assim, cidades do sul do País, como Curitiba, não deixam de apresentar um calendário repleto de festas juninas durante o mês de junho. Escolas, universidades, ONGs, instituições e até mesmo pessoas comuns, costumam organizar suas próprias comemorações em seus arraiais - espaço ao ar livre com fogueira e barracas onde acontece o evento. Apesar de oferecer uma farta gastronomia e diversas brincadeiras como o Correio Elegante – na qual as pessoas se enviam bilhetes amorosos durante a festa -, o momento mais esperado e que recebe maior atenção do público é o acender da fogueira. Como nesse período faz frio em Curitiba, assim que a fogueira é acesa as pessoas se reúnem à sua volta para se aquecerem e, muitas vezes, ficam por lá até ela se apagar.

Em Curitiba, a Festa Junina pode durar até o início do mês de julho, quando ela passa a se chamar Festa Julina. E, além de servir como entretenimento para os frequentadores, a comemoração também pode gerar apoio à comunidade local. É comum que algumas instituições, hospitais, asilos e igrejas utilizem a renda do evento para ajudar a população, pessoas carentes e doentes, e também estabelecimentos que necessitem de verba para a implantação de projetos que beneficiem a todos.

Fonte: Portal online do Jornal do Estado

Portal online Brasil Escola

by The Cities

ARTIGOS RELACIONADOS

Carnaval em Curitiba

Para muitas pessoas, Curitiba é uma cidade que não possui carnaval e nesse período serve apenas como refúgio para aqueles que não têm ...

Festas Típicas de Curitiba

Toda cidade, município ou região possui em seu folclore não só danças, lendas e contos, como também festas típicas que movimentam a cidade e ...

Publicidade

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2019 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2019 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...