Publicidade

ARTIGO

Lange de Morretes

Frederico Lange (1892 – 1954), ou Friz Lange de Morretes, como se fazia conhecer, foi pintor, desenhista, gravador e professor paranaense. Nascido em Morretes, é um dos idealizadores do paranismo.

Iniciou seus estudos com Alfredo Andersen aos 13 anos de idade, sendo um dos seus melhores discípulos, e em torno dele se agregariam vários artistas que continuariam a explorar os ensinamentos do mestre. Em 1910, partiu para a Alemanha, onde estudou artes gráficas em Leipzig, e frequenta a Escola Superior de Belas Artes de Munique de 1915 a 1920, conseguindo exposições individuais em Colônia. Em 1920, voltou ao Brasil e dedicou-se à pintura e à ciência, lecionando anatomia e fisiologia na Escola de Belas Artes do Paraná, e trazendo a inovação de ser um dos primeiros pintores a utilizarem a espátula na pintura – necessária para a técnica do empasto. Foi responsável pela descoberta de um novo espécime de molusco, em seus estudos de malacologia. É de sua autoria os pinhões estilizados geometricamente que vieram a compor as calçadas paranaenses, tornando-se marca original e um símbolo para uma população em busca de identidade, além de ser um dos idealizadores – junto com João Turin e João Ghelfi – do movimento paranista nas artes. Fundou a Escola de Desenho e Pintura, onde lecionou até 1932, tendo como alunos Oswald Lopes, Arthur Nisio, Augusto Conte, Kurt Boiger entre outros. Sua saída da Escola Normal de Curitiba (hoje Instituto de Educação do Paraná) – segundo Guido Viaro, seu amigo – onde lecionou, foi motivada por um decreto federal que impedia ao professor de desenho o direito de entrar em bancas de exame de matérias não afins, o que levou a pedir o afastamento total voluntariamente do cargo que ocupou com tanta proficiência.

Fez várias exposições em cidades brasileira e no exterior, e ganhou medalha de ouro em caráter póstumo no Salão Paranaense de Belas Artes de 1954.

Exposições (em vida):

1927 Rio de Janeiro RJ - 34ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba - medalha de bronze

1942 São Paulo SP - 7º Salão do Sindicato dos Artistas Plásticos, na Galeria Prestes Maia

1944 São Paulo SP - 9º Salão do Sindicato dos Artistas Plásticos, na Galeria Prestes Maia

1947 Curitiba PR - 4º Salão Paranaense de Belas Artes, no Edifício do Orfeão da Escola Normal de Curitiba

1949 São Paulo SP - 15º Salão Paulista de Belas Artes, na Galeria Prestes Maia

Fonte: Portal online do Museu Alfredo Andersen

Portal online do Museu Guido Viaro

A Arte em Seu Estado – História da Arte Paranaense I. Eliana Borges e Soleni T.B.Fressato

Enciclopédia Itaú Cultural Artes Visuais

by The Cities

Publicidade

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2019 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2019 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...