Publicidade

ARTIGO

Parque Histórico do Mate

O Parque Histórico do Mate, que é ligado ao Museu Paranaense da Secretaria de Estado da Cultura, está localizado no município de Campo Largo, na BR 277, Km 17. Seu território ocupa 31,7 hectares de área verde, com mata nativa, lago, área de lazer e edificações. O parque abriga a reprodução de um antigo engenho de mate da segunda metade do século XIX e representa a importância histórica do "Ciclo do Mate" na formação do estado do Paraná.

A erva-mate manteve-se como principal produto paranaense durante o período entre a emancipação política do Paraná, em 1853, e a grande crise de 1929, chegando a representar 85% da economia paranaense. Depois de restaurado, o antigo engenho foi tombado pelo Patrimônio Paranaense em 1968 e pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1984.

No museu do Parque Histórico do Mate estão expostos objetos que remetem ao processo de produção da erva-mate. Nesse contexto, a importância da erva na vida dos paranaenses é demonstrada desde quando era bebida apenas pelos indígenas.

Uma das construções que existem no parque é o Babaquá, onde fica o carijo, local que acontece o secamento das ramas por combustão, e o moinho de cancheamento, onde as folhas são trituradas por tração animal. Na outra edificação, ficam localizados os novos sistemas mecânicos de secagem e trituração, que funcionam com pilões de madeira movidos à energia hidráulica.

Até o início da Primeira Guerra Mundial, o mate manteve-se como o esteio econômico do Paraná, sendo superado posteriormente pela madeira. Na época, o estado contava com mais de 90 engenhos destinados ao beneficiamento da erva-mate, que era exportada principalmente para o mercado platino.

Atualmente, existem no estado 176 municípios ervateiros, distribuídos em 11 núcleos regionais de administração, como Campo Mourão, Cascavel, Curitiba, Francisco Beltrão, Guarapuava, Irati, Ivaiporã, Pato Branco, Ponta Grossa, Toledo e União da Vitória. Os principais consumidores internos do mate brasileiro são os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro.

A maioria da erva-mate que encontra-se no mercado hoje em dia é proveniente do processo mecânico, onde todas as operações são efetuadas automaticamente em pouquíssimo tempo desde o sapeco até o empacotamento do produto. O processo manual vem sendo abandonado gradativamente, devido às dificuldades do pequeno produtor em atingir as vantagens do processo mecânico.

Fonte: Texto adaptado do portal do local citado.

by The Cities

Mapa

ARTIGOS RELACIONADOS

Turismo Campolarguense

O município de Campo Largo, reconhecido nacionalmente como a capital da louça, tem sua localização privilegiada e oferece opções turísticas ...

Publicidade

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2019 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2019 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...