Publicidade

ARTIGO

Mudanças climáticas no Brasil

Mudanças climáticas são alterações permanentes que atingem as características do clima de uma região. Trata-se, pois, de mudanças nas temperaturas, umidade, frequência de chuva, pressão e ventos locais.

Por diversas vezes o clima do planeta sofreu alterações. No entanto, as mudanças que antes eram eminentemente naturais, cada vez mais se tornam intensas em razão da intervenção humana no meio ambiente.

A intensificação do efeito estufa, capacidade do planeta de manter parte dos raios solares na atmosfera terrestre, é a causa central do desequilíbrio climático do planeta. Um dos grandes responsáveis por essa maior concentração são os combustíveis fósseis, que modificam o modo com que a energia solar interage com a atmosfera. Como consequência dessa maior quantidade de raios solares no planeta, há o aumento das temperaturas, fenômeno que recebe o nome de aquecimento global e é responsável, além de mudanças bruscas nas características das estações do ano, pelo aumento de ventanias, ciclones e enchentes.

Estudos demonstram que diversas regiões e ecossistemas correm risco de atingir um ponto de colapso com consequências ambientais, sociais e econômicas devastadoras para todo o planeta. De acordo com a WWF, a Amazônia é uma dessas áreas e os efeitos do aquecimento global não ficarão restritos à região. Suas alterações climáticas podem gerar impactos econômicos, e consequentemente sociais, no Centro e Sul do Brasil, em estados como Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

O Brasil, quinto maior emissor de gazes de efeito estufa do mundo, divulgou, em novembro de 2009, uma pesquisa inédita intitulada “Economia da mudança do clima”, que analisa os efeitos do aquecimento global no país. O trabalho realizado em conjunto pela Embrapa, Inpe, USP, Unicamp, Fundação Coppe, UFRJ, Fiocruz, Fipe, Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia, Cedeplar da UFMG, Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável e o pelo Ipea constatou que, à nível mundial ou nacional, a agricultura é a atividade humana mais atingida pelas mudanças climáticas.

Segundo a pesquisa, um dos prováveis efeitos à longo prazo para a agricultura brasileira será a redução, por exemplo, de 80% da área fértil do Ceará, 70% de Pernambuco e 60% do Piauí. Os impactos poderão ser ainda mais intensos na produção de grãos, setor mais importante do agronegócio brasileiro. Pelo estudo, até 2020 as perdas nesse setor devem chegar a R$ 7,4 bilhões, atingindo R$ 14 bilhões em 2070.

É como tentativa de reduzir os efeitos do fenômeno mundial das mudanças climáticas, que o Brasil e vários países de todas as partes do mundo vêm promovendo encontros e firmando acordos e tradados internacionais visando reduzir os impactos do que, segundo alguns estudiosos, pode vir a ser a destruição das condições de vida planetária. A Convenção de Viena, que visa proteger a Camada de Ozônio, capa de gás que protege a Terra das radiações solares e o Protocolo de Kyoto, cujo objetivo principal é reduzir as emissões dos gases causadores do aumento do efeito estufa são algumas dessas tentativas.

Fonte: Portal online G1

Portal Online do Ministério Público do Estado Federal de Sergipe

Portal online WWF Brasil

by The Cities

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2020 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2020 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...