Publicidade

ARTIGO

Cidade de Pirenópolis

A cidade de Pirenópolis está em uma altitude de 770 metros acima do mar, possuindo um clima tropical semiúmido. Distante 124 Km da capital Goiânia, localiza-se na região leste de Goiás, fazendo divisa com os municípios de Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Abadiânia, Anápolis, Petrolina de Goiás, São Francisco de Goiás, Jaraguá, Goianésia e Vila Propício. Sua população está estimada em 24.604 habitantes (2016), presentes em 2.205 Km² de área.

Pirenópolis, que já foi conhecida como Minas de Nossa Senhora do Rosário de Meia Ponte, tem sua história marcada pela exploração das jazidas de ouro, que era muito fértil naquela região. Em 1727, teve como principais exploradores Manoel Rodrigues Tomar e Urbano do Couto Menezes, os quais fundaram um arraial que se tornou um acampamento para garimpeiros.

Assim, o crescimento local esteve ligado à essa atividade, tendo como principal mão de obra escravos e índios que ali habitavam. Porém, na segunda metade do século XVIII, o crescimento de Pirenópolis ficou paralisado devido à crise da exploração do ouro, até que em 1800 aconteceu uma retomada da economia, alavancada pelo comércio e agropecuária. Assim, o arraial foi elevado à vila em 1832 e a primeira comarca municipal foi instalada em abril de 1833. A Vila Meia Ponte foi elevada à categoria de município em agosto de 1853, recebendo a denominação "Pirenópolis" em fevereiro de 1890, em homenagem à serra dos Pireneus, que cerca toda a cidade.

Atualmente, conhecida como “Capital da Prata”, "Berço da Imprensa Goiana", "Atenas de Goiás" e "Paris-nópolis", a cidade tem como principal evento a Festa do Divino. São doze dias de celebração de sua manifestação popular mais importante, reunindo atividades como desfiles das bandas de músicas, queima de fogos, congadas e bailes. Há ainda no município as Cavalhadas de Pirenópolis, uma encenação ao ar livre da batalha entre os Mouros e os Cristãos; as Pastorinhas, auto natalino bastante difundido no nordeste, onde é conhecido como Pastoril; e a Festa do Morro, surgida em função da Romaria em Louvor à Santíssima Trindade, que acontece desde primórdios do século XX, quando devotos carregavam uma imagem da Santíssima.

A natureza exuberante propiciou a formação do Parque Estadual da Serra dos Pireneus, local de pesquisas sobre a fauna e a flora típicas do cerrado brasileiro, repleta de animais, flores, plantas, nascentes, rios e cachoeiras. Assim, o parque tornou-se um importante ponto turístico de Pirenópolis, próprio para quem gosta de curtir a natureza, sem agredi-la.

Fonte:

Prefeitura Municipal de Pirenópolis

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

by The Cities

Mapa

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2021 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2021 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...