Publicidade

ARTIGO

Cidade de Maceió

Localizada em um ambiente totalmente litorâneo, Maceió destaca-se por sua beleza exuberante, proporcionando inesquecíveis recordações a todos que a visitam. Com 1.021.709 habitantes (2016), é um dos mais belos polos turísticos do Brasil, triplicando sua população na temporada de férias. A denominação da cidade foi derivado da palavra indígena "Macei-o-k" ou "Maçaiyo", que em tupi significa "o que tapa o alagadiço".

Localizada no Nordeste do país, possui um território de aproximadamente 509 km². Sua altitude  é de 16 m acima do nível do mar, e tem uma temperatura média de 25°C. O município situa-se entre o oceano Atlântico e a lagoa Mundaú, que tem grande importância econômica para os povoados de pescadores que vivem em sua margem. Maceió é sede da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

A história dessa cidade teve início no século XVIII, com o surgimento de um pequeno engenho de açúcar. Seu desenvolvimento começou com a chegada de navios, que ancoravam no porto do histórico bairro de Jaraguá, importante porta de entrada para a economia local.

Maceió é formada por uma combinação única de áreas de mangue e paisagens tipicamente nordestinas, possuindo um dos cenários naturais mais ricos de todo o nordeste, as praias são as mais bonitas do Brasil. Toda a orla marítima é enfeitada por coqueiros que dão um toque mágico à paisagem deslumbrante. Algumas das praias ainda são primitivas e deixam os visitantes em êxtase e sem vontade de deixá-las, elas são banhadas por um mar ora verde, ora azul, incomparáveis para o deleite da vista humana.

A capital de Alagoas tem localização privilegiada. Banhada por 15 praias, Maceió destaca-se no cenário nacional e internacional principalmente pela beleza exuberante de suas praias, sempre mornas e cristalinas. As areias brancas e finas, os arrecifes que formam as piscinas naturais e a imensidão de coqueirais completam o cenário paradisíaco. Aqui nessa terra onde a natureza não mediu esforços, são quase 40 km de praias paradisíacas, piscinas naturais, um mar de águas mornas e tranqüilas e de uma cor inigualável.

A cidade conta com duas lagoas, Mundaú e Manguaba, que embelezam ainda mais suas paisagens. É das lagoas, aliás, que vem o sururu, marisco típico da região, e um dos ingredientes principais dos cardápios dos restaurantes locais. Com sua arquitetura predominantemente colonial e neoclássica, hoje o velho bairro boêmio está sendo totalmente revitalizado pela Prefeitura de Maceió, para enriquecer o turismo cultural, resgatando a memória e protegendo o patrimônio histórico da cidade.

Um dos passeios que o turista não pode perder a oportunidade de desfrutar é o “Passeio das Nove Ilhas”, que passa pelos canais formados pelas ilhotas da lagoa Mundaú. O roteiro pode incluir ainda a Prainha, localizada do outro lado da lagoa. Quase deserto, o lugar de águas transparentes é ideal para passar uma tarde sossegada, longe da agitação. A cidade é famosa pela quantidade de coqueiros que são mais de 800 mil e, como não poderia ser diferente, a água de coco é extremamente barata e ótima para refrescar em qualquer um dos mais de 300 dias de sol garantidos por ano.

As árvores e a grande quantidade de jangadas nas praias contribuem para enriquecer a paisagem da orla, que possui um calçadão de aproximadamente 5 quilômetros, repleto de restaurantes, bares e quiosques, sem contar a variedade de hotéis para todos os bolsos.

Além de frutos do mar e outros moluscos como o sururu, que é um marisco catado nas lagoas, outro quitute apreciado em Maceió é a tapioca. A tradicional é feita com coco e é possível encontrar tapiocas de diversos recheios, entre os mais concorridos está o de presunto e queijo. Quem gosta de doce pode optar por banana, goiabada e outros.

Há alguns monumentos nos bairros centrais. As construções históricas ficam na parte alta de Maceió, onde também estão os mirantes e praças extremamente charmosas. Em Jaraguá, onde fica o porto responsável por ter impulsionado o desenvolvimento da cidade, existem vários armazéns antigos que hoje estão restaurados e agora abrigam bares e boates. Quem vai de carro não precisa estranhar ao ver imensas plantações de capim ao redor da cidade. Na verdade, não é capim, é cana-de-açúcar. Alagoas é o segundo maior produtor de cana do País, atrás somente de São Paulo.

Algumas dicas de passeios aos visitantes são: não deixar de assistir o encontro das águas da Lagoa Mundaú com o mar, num passeio de escuna que revela o encanto das Nove Ilhas; conhecer a Praia de Guaxuma e dar um mergulho no Rio do Arroz, em Ipioca; experimentar e se deliciar com as iguarias de Riacho Doce, como o bolo de macaxeira ou de mandioca, o beiju, o pé-de-moleque e tantas outras; visitar a Casa da Arte, em Garça Torta, e se encantar com a magia do lugar; e dançar forró nos quiosques à beira-mar e se apaixonar à luz da lua de Maceió.

Fonte:

Prefeitura Municipal de Maceió

IBGE

by The Cities

Mapa

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2020 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2020 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...