Publicidade

CARAMBEÍ

Os imigrantes holandeses

No início do século XX o Brasil estava oferecendo vários incentivos aos europeus que desejassem morar no país. Com essas vantagens, começaram a chegar ao estado do Paraná os primeiros imigrantes holandeses. Inicialmente residindo na colônia Gonçalves Júnior, logo viram uma melhor oportunidade em Castro, onde a Brazil Railway Company estava construindo uma ferrovia e oferecendo empregos e lotes de terras para quem colonizasse a região.

Em 1911, chegam à colônia Carambehy as famílias Verschoor e Vriesman, sendo que, após se instalar no local, Jan Verschoor voltou à sua cidade natal de s Gravendeel em busca de novos colonos, retornando ao Brasil com dois filhos de Aart Jan de Geus, o professor Jacob Voorsluijs e Jan Los. Anos mais tarde, o restante dessas famílias mudou-se para Carambeí com um grupo superior a 20 pessoas. Na falta de trabalho para todos os colonos, foram adquiridas as primeiras vacas leiteiras que seriam tratadas pelos que ainda não possuíam fonte de renda. Dessas vacas saíram os primeiros litros de leite que eram transformados em queijo e vendidos em São Paulo.

Logo surgiram as primeiras fábricas para a industrialização de leite e, para evitar a concorrência entre os colonos, Gerrit Los sugeriu a criação de uma cooperativa que acabou se tornando a primeira cooperativa do Brasil. Em julho de 1925 foi criada a Sociedade Cooperativa Hollandeza de Laticínios e, em 1928, o cônsul holandês Berkhout sugeriu a mudança da marca “De Geus & Cia.” (nome da primeira fábrica) para “Batavo” (nome de uma antiga civilização holandesa).

No ano de 1935, a vinda de famílias da Índia Oriental Holandesa, com melhor situação econômica, ajudou na recuperação da localidade após a queda na venda de queijos. Após a 2ª Guerra Mundial, quando muitos holandeses de Carambeí foram convocados, um novo grupo de imigrantes saiu da Holanda para a colônia e começaram a criação de suínos. Com essa nova movimentação, o pastor William V. Muller elaborou uma comissão de imigração para a fundação de outra colônia. Em 1952, as primeiras famílias holandesas começaram a chegar à colônia Castrolanda e a formar outra cooperativa de laticínios.

Entretanto, continuava a Cooperativa Batavo a assumir, não apenas as produções de leite e derivados, a compra e venda de rações para o gado e os assuntos agrícolas, como também aspectos sociais e de infraestrutura da colônia. Era ela quem cuidava da manutenção de linhas de telefone e energia, conservação de estradas, construção do clube e do campo de esportes e contribuía para as obras e ações da escola e da Igreja. Toda a prosperidade gerada na região começou a aparecer com a construção de novas e maiores casas e logo foram criados os primeiros bairros, como o Vila Nova Holanda e o Vila Boqueirão. A cooperativa construiu moradias para seus funcionários e a associação criada por eles comprou terrenos e vendeu-os aos trabalhadores interessados, determinando uma área para a implantação de um centro de recreação, com clube, churrasqueira, campo de futebol e voleibol.

No ano de 1996, Carambeí conquistou sua emancipação política da cidade de Castro. Em seus habitantes, costumes e até mesmo o idioma holandês foram colocados em segundo plano, tendo as novas gerações de carambienses incorporado a cultura e o estilo de vida dos brasileiros a partir da convivência maior, devido à continuação dos estudos em outras localidades e com o crescimento do município.

Publicidade

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Imigração em Carambeí

A imigração no município de Carambeí é frequentemente relacionada à chegada dos primeiros grupos de holandeses, porém, antes deles já havia ...

Publicidade

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2018 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2018 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...