Publicidade

UBERLÂNDIA

Bens culturais de Uberlândia

Hoje tem-se uma consciência maior sobre o que representa em nossas vidas o patrimônio cultural e os bens culturais, pois o acesso a eles é maior. Por isso conseguimos valorizar nosso patrimônio, seja ele material ou imaterial e esteja em qualquer manifestação popular ou artística, como a arquitetura, o artesanato, a culinária, o folclore, a literatura, música, pintura ou teatro.

Um universo singelo e ao mesmo tempo múltiplo é a cultura, que permite conexão com o passado através da memória e das estruturas físicas e culturais, do patrimônio material e imaterial, preservadas na cidade. Esse constante retorno ao passado se manifesta nas festividades religiosas ou carnavalescas, na riqueza da culinária, no artesanato, na música e nas construções arquitetônicas, nos locais ou monumentos históricos, onde todas têm como característica comum a permanência e resistência ao tempo.

Quanto ao patrimônio arquitetônico e urbanístico, palacetes, casarões antigos e sobrados do século XIX e início do século XX foram restaurados, conservando o máximo de características originais e alguns foram tombados pelo município. Serviram como moradia de personalidades ilustres na história de Uberlândia, ou como prédio público. O que é relevante nesses bens arquitetônicos, é que boa parte desse casario antigo permanece preservado, mesmo que com função atual diferente.

Entre as manifestações folclóricas com caráter religioso, estão o Congado de Uberlândia e a Folia de Reis. O Congado é uma tradição caracterizada por rituais religiosos africano e católicos. É uma manifestação que remete aos tempos da escravidão do Brasil, quando os escravos foram proibidos de realizar o culto religioso africano. A Folia de Reis é uma festa devocional cujos participantes buscam o diálogo com Deus e os Santos Reis para proteção.

A culinária de Uberlândia foi influenciada pela composição geográfica do cerrado no sabor e preparo de pratos com ingredientes simples e naturais comuns da região.

No artesanato, a arte de tramar fios tem um caráter profundamente cultural e social pois tecelãs e fiandeiras revelam a prática de um saber que a elas está vinculado, principalmente ao sustento familiar.

A preservação e valorização da Cultura e de todas as suas manifestações é referência para a história e a memória local, assim como para a criação de identidade cultural de Uberlândia.

Publicidade

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Biblioteca Pública Municipal

A Biblioteca Pública Municipal de Uberlândia "Juscelino Kubitschek de Oliveira" foi criada em 24 de outubro de 1940 e inaugurada em 10 de ...

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Categorias

Religião

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2018 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2018 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...